terça-feira, 3 de maio de 2016

Câncer de Pele

O câncer de pele é uma neoplasia maligna e silenciosa, com o quadro clínico agudo só aparecendo, normalmente, na fase terminal.

Os principais sinais clínicos do câncer de pele na fase inicial:

– Presença de nódulo;
– Caroço;
– Crosta e vermelhidão da pele do animal;
– Feridas que não cicatrizam;
– Coceira intensa;
– Alopecia (perda de pelo);
- Linfonodos palpáveis (ingüas).

Essa doença é extremamente agressiva, deixando o animal bastante debilitado em sua fase final. Quando o proprietário observa uma anormalidade no animal e o leva a um médico veterinário, muitas vezes, o prognóstico é ruim. Na fase terminal ocorrem sinais bem mais evidentes do que na fase inicial, pois na maioria das vezes já ocorreu a metástase. Os principais sintomas são:

– Fadiga;
- Vômito;
– Diarreia;
– Anorexia, prostração;
– Depressão;
– Sono excessivo;
– Emagrecimento progressivo.



Fonte: Portal do dog



sexta-feira, 15 de abril de 2016

Sinais Comuns de Câncer - Gatos e Cachorros

Sinais comuns de que o seu filho possa estar com câncer:

1. Inchaços anormais que persistem ou continuam a crescer

2. Feridas que não cicatrizam

3. Perda de peso

4. Perda de apetite

5. Sangramento ou corrimento de qualquer orifício corporal

6. Odor forte

7. Dificuldade de comer ou engolir

8. Hesitação para exercício ou perda de estamina

9. Fraqueza e rigidez persistentes

10. Dificuldade para respirar, urinar ou defecar
 
Vale ressaltar que muitas doenças têm sintomas semelhantes, por isso, é de grande importância realizar um check-up no seu filho. Ou seja, não significa necessariamente que o seu pet tem câncer. Qualquer um dos sinais deve ser consultado pelo o seu médico veterinário de confiança.


Fonte: Tudo Sobre Gatos



quinta-feira, 10 de março de 2016

Rinotraqueite Felina

Responsável por cerca de 45% das infecções respiratórias felinas, é uma doença causada por um vírus (FeHV-1) e que atinge o trato superior dos gatos e não é transmitida para o ser humano. Mas a transmissão entre os felinos é por contato direto, parecido com a gripe, através de contato com as secreções do nariz ou olhos e espirros.

Principais sintomas:

·         Espirros;

·         secreção nasal;

·         dificuldades para respirar;

·         febre e desidratação;

·         secreção nos olhos;

·         perda de peso.

O diagnostico é através de testes de laboratório para detectar o vírus, e nunca esqueça: se vim acontecer os primeiros sintomas o gato deve ser levado de imediato ao veterinário e não tente fazer o tratamento em casa, o que poderia agravar o quadro e infectar outros felinos que convivam com ele, já que uma vez contaminado o gato será sempre portador do vírus.

Prevenção:

Essa transmissão só pode ser feita em momentos que o gato esteja com a doença reativada. Por isso é importante evitar locais com aglomeração de animais onde possa haver gatos contaminados.

Fonte: Cachorro Gato



quarta-feira, 2 de março de 2016

Doenças Oculares

Todos os cães e gatos podem desenvolver doenças oculares. Confira os principais sintomas de doenças oculares em seu pet:

·         Olhos fechados ou piscando muito – pode ser que seu bichinho esteja com dor nos olhos;
·         Alteração na cor, tamanho ou posição dos olhos;
·         Seu pet começa a andar encostado nas paredes, esbarrar ou bater em objetos novos da casa;
·         Alteração de comportamento – alguns cães e gatos ficam apáticos ou irritados;
·         Coceira nos olhos;
·         Secreção ocular;
·         Manchas ao redor dos olhos;
·         Superfície do olho seca;
·         Inflamação dos olhos;
·         Vermelhidão;
·         fotofobia, seu companheiro procura lugares escuros para se abrigar.

As alterações nos olhos do seu filho de quatro patas também podem ser causadas por doenças sistêmicas, como diabetes, toxoplasmose, alterações hormonais e câncer.  Por isso, não deixe de levar o seu pet a uma consulta com o oftamologista veterinário.


Fonte: Bolsa de Mulher / Cachorro Gato


terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Ortopedia



A ortopedia veterinária é uma especialidade reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária. Isso quer dizer que, para um veterinário ser reconhecido como ortopedista ele deve ter realizado uma especialização na área, que demanda um treinamento especifico por no mínimo dois anos.

É uma especialidade muito importante, afinal, na maioria dos acidentes com cães e gatos, resultam em patas quebradas ou luxações diversas, no caso, o especialista em ortopedia irá analisar, diagnosticar e tratar o seu filho de quatro patas.

Além dos acidentes, existem também outros problemas de nascença que podem ter solução nas mãos de um veterinário ortopedista, através de cirurgias, implantes e próteses. Portanto, não hesite de procurar um especialista se o problema do seu filho for relacionado a doenças e deformidades dos ossos, músculos, ligamentos, articulações.

Estamos à sua disposição.





terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Ração Natural


A busca de uma alimentação mais saudável para melhorar a qualidade de vida também serve para os peludos. As rações naturais contém matéria-prima de melhor qualidade, na elaboração entram componentes não muito comuns nas rações tradicionais: grãos como arroz integral, banana, aveia, óleo de abacate, entre outros.

A ração Guabi Natural tem alimentos para todos os estágios da vida de cães e gatos. Possui o exclusivo sistema ProtecLife, uma combinação de antioxidantes: vitaminas C e E, selênio, proteínas de alta qualidade e os polifenóis do chá verde e da maçã. Esses compostos, juntos, ajudam a reduzir o estresse das células e contribuem para uma vida mais longa e saudável. Além disso, a ração não contém corantes, nem aromas artificiais e sem ingredientes transgênicos (exceto para os produtos da linha veterinária)


Portanto, procure alimentar o seu filho com um alimento super Premium, sem transgênicos e conservantes artificiais, para garantir uma vida repleta de saúde. 



terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Cães e Gatos Idosos

É preciso ficar atento ao envelhecimento do seu filho. Os cuidados especiais são necessários para que o seu peludo se torne um idoso saudável e feliz.

Cuidados especiais:

·         Uma alimentação saudável e nutritiva;
·         Atividades físicas para o pet idoso;
·         Um lugar confortável para descansar;
·         Visitas regulares ao veterinário de confiança;
·         Vacinas em dia.

Conforme a idade chega, os pets vão demonstrando os sintomas da velhice: começam a se tornar menos ativos, a saúde fica fragilizada e desenvolvem doenças de idade como catarata, diabetes, queda dos dentes por tártaro, problemas renais, de coração, entre outras.
Portanto, são de extrema importância as consultas periódicas ao seu veterinário de confiança.


Estamos à sua disposição.



segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Eletrocardiograma

Contamos o serviço de eletrocardiograma em cães e gatos, uma das ferramentas mais poderosas atualmente que fornece informações importantes, chegando a um diagnóstico preciso de cardiopatia ou mostrando sinais de que algo não está normal no coração do seu filho.

O principal objetivo para a realização do exame de eletrocardiograma em cães e gatos é a avaliação da frequência e ritmo cardíaco. Mas, o exame também pode ser requisitado para analisar outras aparências cardíacas do animal, sendo muito importante no pré-operatório.

Fique de olho no seu filho, se houver alguma dessas alterações:

·         Casos onde o animal fica cansado com muita facilidade ao realizar atividades físicas
·         Batimentos cardíacos irregulares
·         Desmaios
·         Cianose de língua
·         Desconforto ou dificuldade ao respirar


Estamos à sua disposição.

Fonte: Cachorro/Gato

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Outubro Rosa



Outubro é reconhecido mundialmente por ser o mês de luta contra o câncer de mama. Portanto, vale ressaltar que os animais também podem desenvolver o câncer. Tanto gatos quanto cachorros sofrem com uma enorme variedade de tumores malignos e é considerada uma das doenças mais temidas.
O câncer de mama nos animais também pode afetar os machos em alguns casos, portanto fique ligado nos principais sintomas:

·         tristeza,
·         falta de apetite,
·         Febres
·         vômitos
·         Caroços na região das mamas do animal
·         Inchaço ou dilatação na área mamária da cadela
·         Dores na região das mamas
·         Presença de secreções nas mamas com odor desagradável


Porém, na maioria das vezes, os sintomas são sutis, por isso é preciso manter a atenção nas possíveis mudanças no corpo do seu filho de quatro patas, também é muito importante realizar visitas periódicas ao médico veterinário, permitindo que o pet seja examinado com frequência.

Estamos à sua disposição. 






quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Fique Atento

É preciso ficar atento a qualquer tipo de alteração de comportamento ou sinais atípicos no seu filho de quatro patas. A mudança brusca de conduta podem ser sintomas de doenças ou dores ocultas.

Caso apresente os sintomas a seguir, leve-o ao veterinário:

·         Tristeza, apatia e prostração;
·         Menor interação com o proprietário;
·         Redução de mobilidade;
·         Diminuição do apetite;
·         Automutilação (fustigando alguma parte do corpo, como a pata);
·         Ganidos e grunhidos;
·         Agressividade ou timidez (sinais opostos para expressar a dor);
·         Respiração ofegante e batimentos cardíacos acelerados;
·         Insônia e cansaço constante;

Um cão com dor aguda pode estar indiferente, deprimido ou agressivo. No caso de gatos, é ainda mais abstrato reconhecer os sinais de dor, por isso, procure ficar mais atento: eles tendem a ficar escondidos em locais fechados, em silêncio, assumindo uma postura corporal tensa e encurvada.
Mas como descobrir o que o seu filho tem? A atitude certa é procurar um médico veterinário de confiança para buscar orientações, examiná-lo e por fim, diagnosticar qualquer tipo de problema. Afinal, os nossos peludos não falam e por isso, reagem através das mudanças de comportamento. Portanto, fique de olho!


Fontes: Gato e Cachorro / Flor de lótus Acupuntura